Notícias Notícias

3.04.2014 | admin

Tableau USB 3.0 garante alta performance na duplicação de mídias

Tableau TD3

Tableau TD3

Velocidade para realizar uma imagem forense do disco ultrapassou 16 GB/min em testes realizados pelos engenheiros da Guidance

A tecnologia USB 3.0, um elemento-chave para os produtos forenses da Tableau, continuará guiando as ações da área Guidance Software no desenvolvimento de bloqueadores de escrita. As novidades do portfólio serão apresentadas no CEIC 2014. ¨Nós estamos focados no USB 3.0 por sua velocidade e predomínio nos sistemas de computadores atuais. A especificação USB 3.1 (lançada em 2013) dobra a taxa atual do USB 3.0 e garante um ciclo de vida longo para a tecnologia USB 3¨, diz o artigo da Guidance Software publicado no site Forensic Focus.

Em 2012, a Guidance Software lançou o primeiro bloqueador de escrita USB 3.0: o Tableau™ T35u SATA/IDE Forensic Bridge. Com a consolidação de mídias de armazenamento maiores, mais rápidas e em estado sólido, as vantagens oferecidas pela tecnologia 3.0 do T35u tornaram-se visíveis. Tempos mais curtos para realizar a imagem forense, opções de conexão mais simples e hot-swapping de drives confiáveis são todos benefícios dos produtos forenses USB 3.0. Atualmente, o catálogo da Tableau oferece suporte USB 3.0 a uma variedade de produtos forenses: dos bloqueadores de escrita aos duplicadores.

USB 3.0 – coração das Forensic Bridges Tableau OEM-style

Todas as novas forensic bridges Tableau OEM-style integram-se à placa mãe do servidor via USB 3.0. Isso garante excelente performance na realização da imagem forense da evidência e minimiza questões de integração. Atualmente, a Guidance Software desenvolveu três forensic bridges USB 3.0 OEM-style: o UltraBay 3d™, o T35689iu e o T3iu Forensic SATA Imaging Bay.

O T35689iu e o UltraBay 3d oferecem capacidade de bloqueio de escrita similar. Já UltraBay 3d difere por incluir uma interface de usuário touch-screen integrada. Isso permite o controle centralizado e o monitoramento da criação da imagem forense da evidência sem a necessidade de um monitor. Além disso, o UltraBay 3d permite a expansão da capacidade de bloqueio de escrita, ou seja, bloqueadores adicionais da Tableau podem ser integrados no UltraBay 3d via portas seriais built-in.

Mais de 16 GB/min

Nos testes usuais realizados pelos engenheiros da Tableau, com o objetivo de aumentar sempre que possível a performance das forensic bridges, a velocidade para realizar uma imagem forense do disco ultrapassou 16 GB/min usando SATA SSD de alta velocidade.

¨Nos testamos e comparamos os nossos produtos usando uma ampla variedade de hard drives e dispositivos de storage. Em nossos testes internos, sempre medimos a performance em ´modo forense´. O modo forense ocorre quando se realiza a imagem do HD e simultaneamente se calcula os valores de hash MD5 e SHA-1. Essa é uma importante distinção entre a performance dos produtos Tableau e a dos concorrentes: MD5 e SHA-1 estão sempre disponíveis nos produtos Tableau¨, escreve a Guidance no artigo.

O gráfico abaixo representa a velocidade obtida durante a realização da imagem do disco em ´modo forense´ utilizando um dos novos produtos da Guidance, o Tableau T3iu Forensic SATA Imaging Bay. Velocidade similar foi obtida com o T35u e T35689iu (variantes do produto).

Enquanto a performance em campo ou em laboratório é, em grande parte, regida pelos softwares e dispositivos suspeitos, a performance do bloqueador de escrita faz uma grande diferença. Por exemplo, as melhores práticas para se fazer uma imagem de um disco em estado sólido (SSD) recomendam limitar o tempo em que se envia energia ao HD SSD suspeito. Quanto menos tempo o disco estiver ligado na duplicação, menores as chances de se iniciar o processo denominado Garbage Collection, ou seja a eliminação pelo próprio disco dos arquivos apagados. Quanto antes o processo de imagem forense for concluído, mais rapidamente o SSD pode ser desligado. Simplificando: velocidade importa.

Além de realizar imagem forense de SATA, IDE, SAS, FireWire e dispositivos de armazenamento de rede (iSCSI), o Tableau TD3 Forensic Imaging System suporta aquisições em dispositivos USB 3.0 desde o seu lançamento, em 2012. No último trimestre de 2013, atendemos aos pedidos dos usuários TD3 oferecendo um módulo de expansão USB 3.0, o TDPX8-RW. Esse módulo facilmente se conecta à porta do TD3. O TD3 continua suportando saídas SATA ou dispositivos de rede (iSCSI ou CIFS). O novo módulo TDPX8-RW permite que usuários tenham a opção de realizar a imagem forense a um dispositivo USB 3.0. Rápido e fácil de usar o módulo USB 3.0 TDPX8-RW é um componente padrão de todos os novos kits TD3.

Outras informações: www.guidancesoftware.com/tableau

Share:

| More

Press agent

Roberta Maia - roberta.maia@techbiz.com.br
(21) 3736-7058/ (21) 98290-4653