Notícias

3.10.2013 | admin

Guidance divulga pesquisa sobre cibersegurança

Para os profissionais de TI de empresas públicas e privadas, o tempo de resposta para lidar com as ameaças está no topo das preocupações

A Guidance Software publicou este mês o resultado de uma pesquisa conduzida durante a 13a edição do CEIC (Computer and Enterprise Investigations Conference), confererência realizada em maio, em Orlando (EUA). Foram entrevistadas mais de 150 organizações e o resultado da pesquisa apontou uma alteração nas prioridades dos times de segurança de empresas públicas e privadas. O tempo de resposta para lidar com os ataques apareceu como a primeira preocupação dos executivos.

Preocupação #1: demora para resolver ataques

Ao responder à questão “Qual é a sua maior preocupação quando se trata de cibersegurança?”, 33% dos entrevistados disseram ser a demora para lidar com os ataques”, um aumento de 25% se comparado com a mesma pesquisa realizada no ano passado. Com o crescimento dos riscos de roubo de informação, com os custos crescentes para a resposta a incidentes e com os danos de reputação resultantes de uma falha de segurança, uma das principais preocupações das empresas atualmente está na não detecção e na não resolução das ameaças e os seus consequentes prejuízos.

Atualmente, os times de segurança estão começando a operar sob o pressuposto de que suas organizações já estão comprometidas. Eles estão se tornando cientes de que quanto mais tempo uma ameaça permanece não identificada em seu ambiente, maior é a exposição a riscos, maior é a perda de produtividade, o impacto na receita e os gastos com remediação. Para reduzir o tempo gasto para identificar e responder às ameaças, as equipes de TI estão substituindo métodos desatualizados de resposta a incidentes – que usualmente envolvem ferramentas caseiras e investigações manuais  – pela detecção automática e produtos de resposta a incidentes como o EnCase® Cybersecurity e EnCase® Analytics, da Guidance Software.

O EnCase Cybersecurity e o EnCase Analytics ajudam as organizações a reduzirem o espaço entre a detecção de um incidente e a mobilização para a rápida resposta. A partir da integração com fabricantes de ferramentas líderes para o gerenciamento de eventos (SIEM – Security Information and Event Management), entre elas HP ArcSight, o EnCase Cybersecurity automatiza o processo de resposta a incidentes, reduzindo o tempo para a resposta e a remedição para minutos ou horas, em vez de dias ou semanas. Já o EnCase Analytics expõe as ameaças cibernéticas escondidas na quantidade massiva de dados de todos os endpoints de uma empresa.

Medidas duras para BYOD

Já a porcentagem de empresas que permitem que seus funcionários usem o próprio equipamento no trabalho caiu drasticamente do ano passado para cá. Apenas pouco mais da metade (51%) dos pesquisados na CEIC este ano responderam que permitem que seus empregados usem computadores, celulares, tablets e derivados para trabalhar, contra 78% do ano passado.

Produtos como EnCase, da Guidance Software, permitem que as companhias gerenciem melhor os riscos do perímetro de segurança ao permitir que analistas incluam dados de equipamentos móveis em suas investigações digitais.

“Times de segurança de empresas e governos estão em busca de soluções que ataquem as novas ameaças que crescem em complexidade e persistência”, diz Alex Andrianopoulos, vice-presidente de marketing da Guidance Software. “Nossos produtos de segurança, o EnCase Cybersecurity e o EnCase Analytics, alavancam nossa rica herança em forense digital ao trabalhar com as novas técnicas de investigação baseadas em análise de big data”.

Share:

| More

Press agent

Roberta Maia - roberta.maia@techbiz.com.br
(21) 3736-7058/ (21) 98290-4653