Cases UFED da Cellebrite ajuda a incriminar terrorista na Colômbia

A prefeitura de Cali, na Colômbia, adotou o UFED Touch Ultimate, da Cellebrite, para extrair provas legais de praticamente todos os tipos de celulares, smartphones, tablets e demais equipamentos móveis, mesmo que os dados tenham sido previamente apagados antes de iniciada e investigação. Com a utilização da solução, o órgão de investigação SIJIN (Seccional de Investigacíón Criminal de Cali), vem conseguindo ampliar os meios de prova contra criminosos ligados a atividades como roubo, tráfico de drogas, contrabando de armas e até atividades terroristas.

“Em uma série de operações recentes, a os agentes ligados ao SIJIN conseguiram incriminar – e prender – 24 suspeitos de crimes graves, contra os quais não havia outras evidências, exceto os vestígios digitais, relevados pela tecnologia Cellebrite em seus aparelhos móveis”, afirma diretor de Ron Serber, Co-CEO da Cellebrite.

Em uma operação anti-terror, o UFED foi crucial para que a polícia colombiana, que já havia capturado um suspeito, provasse o seu envolvimento direto com a explosão de uma bomba defronte a chefatura de polícia de Cali, ocorrida em 2008.

“Através dos nossos UFEDs, a polícia conseguiu reconstituir uma grande quantidade de mensagens, informações e comandos de teclado que haviam sido empregados junto ao celular do suspeito e que já tinham sido deletados. Com isto, foi possível provar que aquele aparelho específico não só se comunicou com os de outros suspeitos, como foi usado – ele próprio – para detonar os explosivos á distância”, prossegue o especialista.

Os equipamentos UFED da Cellebrite são mundialmente reconhecidos como referência em soluções para a extração de prova legal em dispositivos móveis, promovendo um expressivo avanço na indústria de investigação forense. Atualmente, milhares de investigadores ligados a órgãos de polícia, inteligência e defesa de mais de 60 países empregam as soluções da Cellebrite para obter elementos de provas que são universalmente aceitos pelos tribunais de todos o níveis na comunidade internacional.