Cases Pedofilia revelada

Com um portfólio que inclui imagens de algumas celebridades nacionais, um fotógrafo do Rio de Janeiro virou destaque na mídia ao ser acusado de produzir material para ser distribuído em redes de pedofilia na internet. A pedido do delegado, os peritos do Instituto de Criminalística do Rio de Janeiro (ICCE) acompanharam os investigadores da Polícia Civil na batida ao apartamento do acusado, que foi apanhado em flagrante delito. Em sua máquina, um vídeo contendo cenas de pornografia infantil rodava em um programa peer to peer (P2P). Pela nova legislação, basta ter a posse desse tipo de material para ser enquadrado.

Além do computador, foram apreendidos mais de 800 CDs e DVDs, além de cartões de memória, todos devidamente clonados com o Solo III. Com o mecanismo de análise de imagens do EnCase foram encontradas fotos de menores em poses sensuais.

“Levamos mais de um mês para investigar esse caso, porque eram muitas imagens. Sem os equipamentos fornecidos pela TechBiz Forense Digital esse tempo de análise seria triplicado”, Carlos Eduardo Mesquita, perito criminal do ICCE.