Cases Fraudes ao erário público

Uma investigação que já durava quatro meses envolvendo fraudes de diversas pessoas sobre o erário público foi rapidamente resolvida pelos peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), do Rio de Janeiro, com a chegada dos equipamentos do Laboratório de Computação Forense, encomendadas à TechBiz Forense Digital em agosto de 2009. Ao invés das 16 semanas anteriores, dedicadas a buscas manuais, a equipe analisou em quatro dias os 29 Discos Rígidos solicitados pelo Ministério Público. Além do ganho em performance, o uso do EnCase, software da Guidance, e o uso do FRED, hardware da Digital Intelligence, abriram novas possibilidades de investigação.
Em um HD, que na análise anterior estava aparentemente zerado, foram encontrados arquivos de evidências, visualizados apenas devido ao alto poder investigativo do EnCase. A ferramenta possui uma poderosa capacidade de resposta a incidentes, que permite que organizações determinem exatamente o que, quando, como e onde um incidente ocorreu.

“O Ministério Público nos solicitou todos os arquivos existentes nos Discos Rígidos apreendidos. Em pedidos assim, coletamos planilhas, documentos de texto e e-mails. Fizemos uma imagem dos HD com o FRED e os analisamos com o EnCase em busca de arquivos de interesse. A investigação iniciou-se com a pesquisa por palavras-chaves, como nome de pessoas, de empresas, bancos, recibos e e-mails. Posteriormente, os arquivos de evidência foram anexados ao laudo através da funcionalidade de Bookmark do EnCase, que gera um HTML com as informações encontradas na investigação”, Danilo Caio, perito criminal do ICCE-RJ.