Cases Fraude contra a Receita Estadual

A denúncia foi feita e a Polícia Judiciária Civil do Mato Grosso estava diante de mais um caso de fraude contra a Receita Estadual. A perícia foi acionada e, a partir da utilização das ferramentas de forense digital adquiridas do Grupo TechBiz, uma cópia exata de todo o ambiente de rede, composto por cinco máquinas, foi feita ainda in loco. A análise de todos os computadores foi fundamental neste caso, já que o programa que gerava a movimentação financeira fora do sistema de arrecadação – que permitia a formação de um caixa dois –, estava instalado no disco rígido do administrativo. De nada adiantaria, portanto, recolher apenas o servidor, o que costuma acontecer nessas investigações.

“A facilidade proporcionada pelas soluções de forense digital nos permitiu ir além e de forma rápida, sem descuidar dos detalhes, o que muitas vezes pode acontecer quando não se tem o ferramental adequado e existe a premência do tempo, de ter que fechar um inquérito em 30 dias. Atualmente, utilizamos essa tecnologia em todos os nosso exames, desde falsificação de papel moeda, passando por denúncias de ameaças, fraudes contra instituições públicas, até pedofilia. Com esses equipamentos, modificamos nossos processos, passamos a armazenar uma cópia do material apreendido em nossas unidades e, com isso, temos um melhor arquivo de provas”, Zuilton Braz Marcelino – Perito criminal da Perícia Oficial e Identificação Técnica da Secretária de Justiça e Segurança Pública do Mato Grosso